Berlim será capital do amor em 10 curtas no cinema

Berlim, 10 fev (EFE).- Berlim mostrará sua face mais romântica com a rodagem de um filme na qual dez cineastas de todo o mundo transformarão a capital alemã no palco ideal para contar diferentes histórias de amor.

EFE |

O filme, "Love Berlin: How we met", que será rodado no meio do ano, se baseia em dez curtas histórias de amor nas quais cada diretor tentará captar a essência da cidade e fundi-la com a narração dos fatos.

Este projeto cinematográfico se insere na série "Cidades de amor", dos produtores Emmanuel Benbihy e Marina Grasic, que já contam com dois filmes realizados, em Paris e em Nova York.

Assim, Berlim será a terceira capital do amor nas telas, depois da estreia em 2006 de "Paris, eu te amo" e de "Nova York, eu te amo" no ano passado.

Como nos filmes anteriores, cada um dos episódios será rodado por um diretor internacional diferente. Segundo foi divulgado, uma das histórias berlinenses será dirigida por Oren Moverman, cujo último filme, "The messenger", foi indicado a dois Oscars e venceu o Urso de Prata de melhor roteiro no último Festival de Berlim.

Os produtores do filme ainda não indicaram quem serão os astros a atuarem em Berlim. Os românticos episódios de Nova York foram estrelados, entre outros, por Orlando Bloom e Andy Garcia, e na capital francesa por Natalie Portman e o brasileiro Rodrigo Santoro.

O filme contará tanto histórias do passado como do presente, que irão desde o romantismo à tragédia, passando pela paixão, pelo sentimental e até pelo erótico, mas sempre com Berlim como fundo.

Monumentos como o Portão de Brandenburgo, a torre de televisão, os restos do muro, o rio Spree, ou bairros como Prenzaluerberg e Kreuzberg se transformarão em alguns dos cenários onde as câmeras filmarão histórias de amor.

Jovens e adultos, casais de homossexuais, amores complicados por motivos religiosos, artistas, comunistas e ocidentais, serão alguns dos variados personagens que aparecerão em cada uma das dez histórias que serão rodadas entre junho e agosto e que chegarão às telas em fevereiro de 2011. EFE xac/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG