Berlim, 29 jan (EFE).- O Governo alemão condenou hoje energicamente a execução no Irã de duas pessoas vinculadas ao movimento opositor e aos protestos contra o regime do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

"Condeno, em toda a forma, a execução de Mohammed Reza Ali Zaman e Arash Rahmanipour pela Justiça iraniana. Representa uma piora da situação dos direitos humanos no Irã, que observamos com grande preocupação", disse, em comunicado, o ministro de Assuntos Exteriores alemão, Guido Westerwelle.

Na nota, o chefe da diplomacia alemã acrescentou que "o Irã deve de uma vez por todas cumprir seus compromissos para defender os direitos civis e políticos de seus cidadãos. Continuaremos exigindo energicamente". EFE jcb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.