O Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (Berd), o Banco Europeu de Investimentos (BEI) e o Banco Mundial (Bird) prometeram nesta sexta-feira investir 24,5 bilhões de euros para evitar o colapso financeiro da Europa Central e do Leste, que pode arrastar consigo a zona euro.

A iniciativa conjunta de dois anos incluirá o financiamento das dívas e de capital, linhas de crédito e seguros contra riscos.

O Berd entregará 6 bilhões de euros para o setor financeiro, o BEI fornecerá 11 bilhões de euros em facilidades de crédito e o Banco Mundial desembolsará 7,5 bilhões millones de euros.

A Europa Central e do Leste enfrentam a possibilidade de um colapso financeiro que poderá arrasta consigo a Eurozona. A maioria de seus bancos estão em mãos de instituições da Europa Ocidental, principalmente da Áustria, Itália e Suíça.

A crise deu lugar a uma fuga de capitais da região, que provocou, por sua vez, uma forte desvalorização das moedas naciionais e poderá desatar uma onda de moratórias das hipotecas.

rfj/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.