Sydney (Austrália), 20 jul (EFE).- O papa Bento XVI assegurou hoje que o mundo e a Igreja necessitam de uma renovação espiritual, e encorajou os jovens a aderir ao sacerdócio, durante a homilia da missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude, realizada hoje, no hipódromo de Randwick, em Sydney.

Perante dezenas de milhares de jovens, Bento XVI, que na semana passada reconheceu a "crise de religiosidade e fé" vivida no Ocidente, explicou que "uma nova geração de cristãos está sendo chamada para ajudar a construir um mundo".

"Uma nova era onde o amor não é ambicioso nem egoísta, mas puro, fiel e autenticamente livre, aberto aos demais, respeitoso de sua dignidade, buscando seu bem e propagando alegria e beleza", acrescentou.

O líder religioso anunciou "uma nova era" na qual a esperança dos cristãos "libertará da superficialidade, apatia e egoísmo, que asfixiam nossas almas e envenenam nossas relações".

"O mundo necessita de renovação!", disse.

Para superar a "crise de religiosidade" existente no mundo, o papa propôs o evangelho, que revela "a dignidade de homens e mulheres criados à imagem e semelhança de Deus", e "o maravilhoso chamado da humanidade, para encontrar satisfação no amor".

"A Igreja também necessita desta renovação! Ela necessita de vossa fé, de vosso idealismo e de vossa generosidade, para que possa ser sempre jovem no Espírito", acrescentou Bento XVI.

Depois, dedicou um pedido especial aos jovens, ao afirmar que "o Senhor chama ao sacerdócio e à vida consagrada".

"Não tenham medo de dizer 'sim' a Jesus", disse.

A missa no hipódromo, onde milhares de jovens passaram a noite fazendo vigília, começou com danças e cantos dos povos aborígines da Austrália.

Ao fim da celebração, Bento XVI anunciou que a cidade de Madri sediará a próxima Jornada Mundial da Juventude, que será realizada em 2011. EFE alg/gs

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.