Bento XVI pede unidade de cristãos

Cidade do Vaticano, 20 jan (EFE).- O papa Bento XVI fez hoje uma nova chamada para a unidade de todos os cristãos e afirmou que a divisão dos seguidores de Cristo dificulta o anúncio eficaz do Evangelho no mundo.

EFE |

Diante de cerca de 9 mil pessoas que assistiram na Sala Paulo XVI do Vaticano à audiência pública das quartas-feiras, o pontífice acrescentou que todos os cristãos devem dar testemunho "comum" de Cristo.

O pontífice destinou a catequese da audiência de hoje pela Semana de Orações pela Unidade dos Cristãos, realizada nestes dias e que terminará em 25 de janeiro, com uma cerimônia que Bento XVI presidirá na Basílica de São Paulo Extramuros, em Roma.

"A unidade de todos os discípulos é um dom que vem de Deus. O tema proposto este ano nos lembra a exigência de dar um testemunho comum de Cristo, já que a divisão dos cristãos dificulta o anúncio eficaz do Evangelho no mundo", disse o papa.

Bento XVI ressaltou que o movimento ecumênico moderno se desenvolveu de maneira notável, até se transformar no último século em um elemento importante da vida da Igreja.

A partir do Concílio Vaticano II, acrescentou o papa, a Igreja estabeleceu relações com as outras igrejas do Oriente e as comunidades eclesiais do Ocidente, e foram alcançados consensos que favorecem esse caminho para a unidade.

"Peço a todos sua oração para superar as divergências e promover o diálogo e a fraternidade, assim como para que os cristãos de hoje possam dar um novo testemunho comum de fidelidade a Cristo", disse Bento XVI. EFE JL/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG