Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Bento XVI pede soluções multilaterais e defesa dos direitos humanos

O Papa Bento XVI afirmou nesta sexta-feira, na sede das Nações Unidas, que os problemas do mundo requerem um consenso multilateral, além de pedir que a comunidade internacional garanta os direitos humanos da população.

AFP |

"Os problemas do mundo exigem intervenções conjuntas por parte da comunidade internacional", afirmou.

Segundo Bento XVI, "os problemas do mundo exigem intervenções conjuntas por parte da comunidade internacional".

"As questões de segurança, os objetivos de desenvolvimento, as reduções das desigualdades, locais e globais, dos recursos e do clima, requerem que todos os responsáveis internacionais atuem conjuntamente", acrescentou o papa.

O sumo-pontífice disse ainda que os Estados devem proteger os povos das violações dos direitos humanos e em caso contrário a comunidade internacional deve intervir.

"Todo Estado tem o dever primário de proteger a própria população de violações graves e contínuas dos direitos humanos, como também das conseqüências das crises humanitários", disse.

Junto a essa "responsabilidade de proteger", Bento XVI proclamou na Assembléia geral da ONU "a universalidade, a indivisibilidade e a interdependência dos direitos humanos".

O papa advertiu para o risco de restringir o âmbito dos direitos humanos e "ceder a uma concepção relativista, segundo a qual o sentido e a interpretação dos direitos humanos poderão variar, negando sua universalidade em nome de diferentes contextos culturais, políticos sociais e até mesmo religiosos".

Bento XVI é o terceiro papa a visita a sede da ONU em Nova York.

ltl/fb

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG