Bento XVI pede que Nossa Senhora proteja as mães solteiras e sozinhas

Cidade do Vaticano, 7 set (EFE).- O papa Bento XVI viajou hoje a Cagliari, capital da ilha italiana de Sardenha, onde pediu que Nossa Senhora proteja todas as mães solteiras e aquelas que, por outros motivos, têm que enfrentar sozinhas a educação dos filhos, uma incumbência árdua.

EFE |

O papa também disse que a política precisa de uma "nova geração" de políticos cristãos, "capazes de buscar com competência e rigor moral soluções de desenvolvimento sustentável".

O pontífice pronunciou estas palavras diante de cerca de 100 mil pessoas que assistiram à missa que celebrou na esplanada do santuário de Nossa Senhora de Bonaria, padroeira da Sardenha, e denunciou o aumento dos divórcios e os problemas enfrentados pelas famílias.

Bento XVI pediu também que Nossa Senhora dê aos adultos "um suplemento de responsabilidade para que cada um se sinta educador".

Vinte e três anos depois da visita do papa João Paulo II a Sardenha, Bento XVI pisou hoje pela primeira vez na ilha mediterrânea, para comemorar o centenário da proclamação de Nossa Senhora de Bonaria.

Sobre Maria, o papa disse que é a mãe "que ama, protege, consola, aconselha e dá a vida para que esta perdure" e pediu que Nossa Senhora "os ajude a ser capazes de evangelizar o mundo do trabalho, da economia, da política, que precisa de uma nova geração de laicos cristãos capazes de buscar com competência e rigor moral soluções de desenvolvimento sustentável".

O pontífice pediu que os jovens voltem a encontrar a Cristo, após afirmar que "muitas vezes são vítimas do niilismo divulgado" na sociedade.

Bento XVI deve se reunir nas próximas horas com os sacerdotes e seminaristas de Sardenha e com os jovens na praça principal da cidade. No final da tarde, voltará a Castelgandolfo, cerca de 30 quilômetros ao sul de Roma. EFE JL/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG