Cidade do Vaticano, 13 ago (EFE).- O papa Bento XVI pediu que a Igreja da América Latina leve consolo às pessoas que são vítimas da corrupção ou sofrem a dor e a indiferença, em mensagem enviada por ocasião do 3º Congresso Americano Missionário, realizado nestes dias em Quito.

Na mensagem, publicada hoje pelo escritório de imprensa do Vaticano, o papa pediu que a Igreja local continue seu trabalho de evangelização, principalmente entre "os que estão sedentos de justiça, paz e verdade, aos que estão imersos na cerração do pecado, no ofuscamento do relativismo, na dureza do coração ou na escuridão da violência".

Pediu também que leve consolo aos que vivem "afligidos pela dor ou ficaram feridos pela frieza da indiferença ou pelo flagelo da corrupção".

Bento XVI pediu que intensifiquem seus esforços para que "o Senhor seja a cada dia mais conhecido, amado, seguido e louvado nessas benditas terras".

Para realizar esta missão, pediu à Igreja Católica que atue com "mansidão e fortaleza", superando "o individualismo e o isolamento, e fortalecendo o sentido de pertinência eclesial e a colaboração leal".

Do sacerdote se espera, acrescentou o papa, "um testemunho muito crível de santidade e compromisso". EFE ccg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.