Bento XVI pede orações pelos doentes

Cidade do Vaticano, 8 fev (EFE).- O papa Bento XVI pediu hoje orações por todos os doentes, especialmente por aqueles mais graves que dependem de outras pessoas, durante a reza do Ângelus na Praça de São Pedro no Vaticano.

EFE |

"Espero que possam, cada um deles (os doentes), experimentar na diligência de que estão perto a força do amor de Deus e a riqueza da graça que salva", acrescentou.

Estas afirmações do papa, feitas antes do Dia Mundial dos Doentes, lembrado em 11 de fevereiro, ocorrem no momento em que há um debate na Itália sobre a decisão da família de suspender a alimentação para ajudar na morte de Eluana Englaro, uma italiana de 38 anos em estado vegetativo desde 1992.

O papa disse que, "embora a doença faça parte da experiência humana, não conseguimos nos acostumar, não só porque às vezes é verdadeiramente grave e dura, mas porque somos feitos de vida".

Por isso, acrescentou, "nesses momentos, surge a dúvida e a angústia no ser humano, que se pergunta: qual é a vontade de Deus?".

Segundo o pontífice, a resposta a esta pergunta está "nas curas que Deus realiza (...), restituindo a homens e mulheres a total integridade de seu espírito e seu corpo".

"A pregação e as curas que realiza, sempre unidas, formam uma mensagem de esperança e salvação", afirmou. EFE ccg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG