O Papa Bento XVI afirmou nesta terça-feira que apóia os esforços dos que estão tentando ajudar os israelenses e os palestinos a aceitarem o diálogo, ao final da oração do Ângelus na Praça São Pedro.

"Eu continuo acompanhando com uma viva apreensão os violentos enfrentamentos armados em curso na Faixa de Gaza", afirmou Bento XVI.

"Ao mesmo tempo em que repito que a raiva e a recusa ao diálogo só levam à guerra, gostaria de encorajar as iniciativas e os esforços de todos os que tentam ajudar os israelenses e palestinos a aceitarem se sentar à mesa e conversar", disse o Papa.

jflm/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.