Bento XVI pede fim dos combates no Sri Lanka

O papa Bento XVI fez hoje uma premente chamada para o fim dos combates no Sri Lanka, o respeito aos direitos humanos, a garantia das necessidades alimentícias e médicas da população, assim a liberdade de movimentação.

EFE |

A chamada foi feita diante de cerca de 5 mil pessoas que assistiram na Sala Paulo XVI do Vaticano à audiência pública das quartas-feiras, diante dos quais defendeu a "paz e a reconciliação nesse querido país".

"Diante das notícias do aumento da violência e do crescente número de vítimas inocentes, faço uma premente chamada para que se respeite o direito humanitário e a liberdade de movimento da população", disse o pontífice.

O papa exigiu que "seja feito o possível para garantir a assistência aos feridos e a segurança dos civis, e se permita atender suas urgentes necessidades alimentícias e médicas".

Bento XVI concluiu sua chamada pedindo "o dom da paz e da reconciliação nesse querido país".

Nos últimos dias, foram registrados violentos combates no norte do Sri Lanka entre o Exército e a guerrilha tâmil, nos quais morreram pelos menos 52 civis.

Leia mais sobre Sri Lanka

    Leia tudo sobre: sri lanka

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG