Bento XVI faz chamada à calma em Madagascar

Cidade do Vaticano, 8 fev (EFE).- O papa Bento XVI se mostrou hoje preocupado com a situação em Madagascar e fez uma chamada para que volte a calma e a convivência civil no país africano.

EFE |

"Estou vivamente preocupado com o período particularmente crítico que o país atravessa", disse o papa, ao lembrar "as fortes tensões políticas que produziram revoltas populares" em Madagascar.

Diante disso, pediu aos fiéis católicos que se unam em oração aos bispos do país para "a volta da concórdia, da tranquilidade social e da convivência civil".

As últimas notícias falam de 30 mortos em Antananarivo e 100 feridos, depois que soldados da guarda presidencial atiraram ontem contra manifestantes antigovernamentais que se dirigiam ao Palácio da Presidência. EFE ccg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG