o ter sobre o ser - Mundo - iG" /

Bento XVI diz que na sociedade predomina o ter sobre o ser

Cidade do Vaticano, 13 jan (EFE).- O papa Bento XVI disse hoje que embora na sociedade atual predomine o ter sobre o ser, continua sendo muito sensível aos exemplos de sobriedade, solidariedade e pobreza e que os cristãos têm que dar exemplo disso, ser espelhos da caridade divina.

EFE |

O Pontífice fez a manifestação diante de 9 mil fiéis que assistiram na Sala Paulo XVI do Vaticano à audiência pública das quartas-feiras, cuja catequese dedicou às ordens mendicantes surgidas no século XIII, especialmente os franciscanos e os dominicanos, fundadas por Francisco de Assis e Domingo de Guzmán.

O Bispo de Roma disse que essas ordens surgiram para enfrentar os desafios da época que representavam movimentos, como os cátaros e os albigenses, que desejavam uma vida cristã mais autêntica e denunciando o modo de viver de sacerdotes e monges, aos que acusavam de trair o Evangelho e não praticar a pobreza.

O papa assinalou que os movimentos caíram em antigas heresias, como o desprezo ao mundo material e a negação da livre vontade e encontraram apoio na França e Itália porque denunciaram "uma desordem real" na Igreja da época, causado "pelo comportamento pouco exemplar de alguns membros do clero".

Os franciscanos e os dominicanos demonstraram com sua vida sóbria que é possível viver a pobreza evangélica sem separar-se da Igreja.

"Também hoje, apesar de viver em uma sociedade onde frequentemente prevalece o ter sobre o ser, se é sensível aos exemplos de pobreza e de solidariedade que os crentes oferecem com eleições valentes", afirmou o papa.

Bento XVI afirmou que o mundo escuta "feliz" aos professores quando estes dão exemplo e que por isso para divulgar o Evangelho é preciso dar exemplo, "ser espelhos da caridade divina".

O papa Ratzinger acrescentou que a aparição das ordens mendicantes é a prova concreta de como os santos são autênticos reformadores da Igreja, capazes de promover uma renovação eclesial estável e profunda. EFE JL/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG