Bento XVI deseja que Jogos Olímpicos sejam prova de fraternidade e paz

Roma, 3 jul (EFE).- O papa Bento XVI desejou hoje que, com os Jogos Olímpicos de Pequim, o esporte possa ser mais uma vez prova de fraternidade e paz entre os povos.

EFE |

Após a tradicional reza do Ângelus, o papa dirigiu uma "cordial" saudação, "em primeiro lugar, aos atletas", assim como à China, país que recebe os Jogos Olímpicos, aos organizadores e participantes e desejou que cada um possa dar o melhor de si mesmo, "no genuíno espírito olímpico".

Além disso, desejou que os Jogos Olímpicos ofereçam "à comunidade internacional um válido exemplo de convivência entre pessoas das mais diversas procedências, no respeito à dignidade comum".

"Possa, mais uma vez, o esporte ser prenda de fraternidade e paz entre os povos", acrescentou.

Bento XVI disse também que acompanha "com profunda simpatia este grande encontro esportivo, o mais importante e esperado em nível mundial".

O papa rezou seu primeiro Ângelus na localidade alpina italiana de Bressanone, onde desde 28 de julho passa um período de férias.

EFE cr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG