Bento XVI condena ataques em Mumbai e diz que terrorismo desestabiliza a paz

Cidade do Vaticano, 27 nov (EFE).- O papa Bento XVI condenou hoje os ataques terroristas ocorridos em Mumbai, nos quais morreram mais de 100 pessoas e fez uma chamada para que se coloque fim a todos os atos de terrorismo que ofendem a família humana e desestabilizam gravemente a paz e a solidariedade entre os homens.

EFE |

Bento XVI se manifestou assim em um telegrama enviado em seu nome pelo secretário de Estado, o cardeal Tarcisio Bertone, ao arcebispo de Mumbai, cardeal Oswald Gracias.

Em sua mensagem, o pontífice expressou sua preocupação com a explosão da violência na cidade indiana e enviou os pêsames às famílias das vítimas desses "brutais ataques".

"Sua Santidade faz uma urgente chamada para que se coloque fim a todos os atos terroristas, que ofendem a família humana e desestabilizam gravemente a paz e a solidariedade, necessárias para construir uma civilização digna da nobre vocação humana ao amor de Deus e do próximo", escreveu Bertone, em nome do papa.

Bento XVI reza pelo descanso das vítimas, e pede o consolo e a força de Deus pelos feridos e os parentes dos falecidos, precisou o telegrama. EFE JL/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG