Sydney (Austrália), 18 jul (EFE).- O papa Bento XVI advertiu hoje aos jovens contra os deuses falsos da avareza, do sexo e do poder, durante uma reunião com um grupo de jovens deficientes físicos na cidade australiana de Sydney.

"Devem pensar que, no mundo de hoje, as pessoas não rezam facilmente para outros deuses. Mas, às vezes, as pessoas rezam perante 'outros deuses' sem se dar conta", advertiu o papa.

Depois, explicou que "qualquer que seja o nome e a forma que quisermos dar-lhes, os 'deuses' falsos estão associados com três tipos de coisas: as posses materiais, o amor egoísta e o poder".

Em seguida, indicou em detalhe o que significava cada um desses conceitos e, assim, disse que "as posses materiais em si são boas".

"Não sobreviveríamos sem dinheiro, roupas ou casa", disse o papa, mas diferenciou essas necessidades da "avareza".

"Se rejeitamos compartilhar o que temos com os famintos e os pobres, então transformamos nossas posses em um deus falso", declarou.

Explicou que "o amor é obviamente algo bom", mas disse que "é fácil se ver decepcionado pelas vozes que na sociedade defendem uma aproximação permissiva do sexo, sem considerar o respeito dos valores morais que dão qualidade às relações humanas".

Sobre o poder, Bento XVI comentou que também é "bom" quando nos permite moldar o mundo a nosso ao redor, mas não se for obtido em "interesse próprio, para dominar os outros ou para explorar os recursos do meio ambiente para seus próprios interesses".

A reunião com o grupo de jovens aconteceu dentro da 23ª Jornada Mundial da Juventude, que começou na terça-feira e dura até domingo, em Sydney. EFE alg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.