Bento XVI aceita renúncia do bispo de Coari (AM)

Cidade do Vaticano, 22 jul (EFE).- O papa Bento XVI aceitou a renúncia ao governo pastoral da prelazia de Coari (AM) apresentada pelo bispo Joércio Gonçalves Pereira, por problemas de saúde.

EFE |

A decisão, informou hoje o Vaticano, foi tomada de acordo com o artigo 401, parágrafo 2, do Código de Direito Canônico, pelo qual "se roga encarecidamente ao bispo diocesano que apresente a renúncia de seu ofício se, por doença ou outra causa grave, ficasse diminuída sua capacidade para desempenhá-lo".

Gonçalves Pereira disse hoje à Agência Efe que apresentou sua renúncia por motivos de saúde, pois a região de Coari tem um clima tropical úmido que não lhe faz bem.

"O motivo da renúncia é a saúde. Esta é uma região bastante difícil. O clima aqui não favorece muito, é muito quente e úmido", disse.

Joércio Gonçalves Pereira, de 55 anos, foi nomeado bispo de Coari em 28 de fevereiro de 2007, em substituição do prelado Gutemberg Freire Régis, que renunciou por motivos de idade.

Gonçalves Pereira, nascido em 3 de setembro de 1953 na cidade de Virgínia (MG), e da ordem dos Redentoristas, disse que, uma vez entregue o cargo, viajará a São Paulo para se colocar "à disposição dos superiores" de sua localidade eclesiástica.

Segundo ele, aproveitará para fazer exames médicos, pois, em sua família, tem antecedentes de problemas cardíacos e de diabetes. EFE JL-jo/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG