Bento 16 pede que bispos brasileiros evitem sincretismo na eucaristia

O papa Bento 16 pediu nesta quinta-feira aos bispos do Brasil para que rejeitem o sincretismo na eucaristia e pediu respeito pela centralidade de Jesus na celebração deste sacramento.

EFE |


O pontífice falou a bispos brasileiros que estão no Vaticano na visita que todos os bispos do mundo são obrigados a fazer ao papa a cada cinco anos.

Bento 16 alertou sobre o distanciamento ocorrido em casos de sincretismo em relação ao verdadeiro significado da eucaristia.

"Quando na Santa Missa não aparece a figura de Jesus como elemento preeminente, mas uma comunidade atarefada em muitas coisas", se produz um "escurecimento do significado cristão do sacramento", afirmou o papa.

Bento 16 acrescentou que "o culto não pode nascer de nossa fantasia", já que "a verdadeira liturgia pressupõe que Deus responda e nos mostre como podemos adorá-lo".

O papa convocou os cristãos a respeitar a centralidade de Jesus frente a uma mentalidade "incapaz de aceitar a possibilidade de uma verdadeira intervenção divina" que é, em algumas ocasiões, o motivo do relaxamento no respeito à disciplina do culto.

O mistério eucarístico é um "dom grande demais para suportar ambiguidade ou diminuição", acrescentou o pontífice, recorrendo a palavras usadas por seu antecessor, João Paulo 2 o .

Leia também:


Leia mais sobre Igreja Católica  e Vaticano

    Leia tudo sobre: igreja católicavaticano

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG