Bento 16 agradece todos os que o acolheram na Terra Santa

O Papa Bento 16 agradeceu neste domingo do fundo do coração todos os que o acolheram, na Jordânia, em Israel e nos territórios ocupados, em sua viagem à Terra Santa, o símbolo da liberdade e da paz que Deus quer para todos os seus filhos.

AFP |

"Minha peregrinação foi ao mesmo tempo uma visita pastoral aos fiéis locais e uma missão para a unidade dos cristãos, o diálogo com os judeus e os muçulmanos e a construção da paz", declarou o Papa antes da reza tradicional de Regina Coeli na Praça São Pedro.

Bento 16 indicou que falará mais sobre sua viagem de oito dias no Oriente Médio na audiência geral da próxima quarta-feira no Vaticano.

A história mostra, acrescentou o Pontífice, que a Terra Santa é "o símbolo da paz que Deus quer para todos os seus filhos e se tornou ao contrário a das divisões e dos conflitos intermináveis entre irmãos".

"Como é possível", questionou o Papa, convidando os fiéis a verem no conflito do Oriente Médio "o difícil caminho da Humanidade rumo ao reino da justiça, do amor e da paz".

Leia mais sobre papa Bento 16

    Leia tudo sobre: papa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG