Dacar, 2 mai (EFE).- Uma mulher europeia de 25 anos, que viajou ao Benin após ter retornado do México, apresenta os sintomas da gripe suína, informaram emissoras regionais captadas em Dacar, que citam o ministro da Saúde beninense, Issifou Takpara.

Tapkara disse aos jornalistas que a mulher, cuja nacionalidade não foi informada, apresenta sintomas que coincidem com os definidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para o vírus A (H1N1).

"Os médicos enviaram à OMS as amostras obtidas da mulher para realizar exames que permitam determinar, no máximo na próxima semana, se é ou não a gripe", disse Takpara.

Várias pessoas que tinham mantido contato com a mulher foram isoladas até saber os resultados dos exames e sua evolução.

Hoje mesmo, a Comunidade Econômica de Estados de África Ocidental (Ecowas, em inglês) pediu hoje que seus 15 países-membros adotem medidas adequadas para evitar a propagação da gripe suína.

Na África, até o momento e sem contar o do Benin, não foi confirmado nenhum caso de gripe suína, mas foram informados dois casos suspeitos na África do Sul, dos quais um está descartado e, no outro, continuam os exames. EFE st/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.