Benigno Aquino concorrerá à presidência das Filipinas

O senador Benigno Aquino, filho da ex-presidente Corazón Aquino, anunciou nesta quarta-feira que será candidato à presidência das Filipinas em 2010, para prosseguir com o trabalho da mãe.

AFP |

"Aceito a responsabilidade de continuar a luta desta nação. Aceito o desafio de liderar esta luta".

O anúncio ocorre cerca de um mês depois da morte de Corazón Aquino, que sucedeu o ditador Ferdinand Marcos na liderança do país.

O senador Aquino, de 49 anos, espera aproveitar o momento de simpatia em torno de sua família.

Corazón foi forçada a entrar na política após o assassinato de seu marido, Benigno "Ninoy" Aquino, no aeroporto de Manila, quando regressava do exílio no dia 21 de agosto de 1983.

A presidência de Corazón Aquino foi marcada por meia dúzia de tentativas de golpe militar e desordens políticas

Corazón Aquino morreu no dia 1º de agosto, aos 76 anos, após uma longa batalha contra o câncer.

jvg/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG