Um cidadão belga residente na França foi detido nos Estados Unidos, devendo comparecer ainda nesta quarta-feira à justiça para responder sobre a acusação de exportar ilegalmente para o Irã peças de avião de combate F-5, anunciou o departamento de Justiça americano.

O homem, de 56 anos, foi detido semana passada no aeroporto de Nova York ao tentar desembarcar no país, precisou o departamento em comunicado. Deverá apresentar-se a um tribunal de Mobile, cidade do estado de Alabama, sul.

Os F-5 são aviões de combate americanos fabricados nos anos 60.

lum/mg/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.