A árvore de Natal de Belém, berço do Cristianismo situado no território palestino da Cisjordânia, será apagada neste sábado, em protesto pela ofensiva israelense na Faixa de Gaza, anunciou o prefeito local.

"Decidimos apagar a decoração e a árvore de Natal para protestar contra os massacres cometidos em Gaza", anunciou o prefeito Victor Batarsé.

"Israel sabotou as festas" com essa operação lançada no sábado e que deixou mais de 200 mortos até agora, de acordo com fontes palestinas, acrescentou Batarsé.

A árvore de Natal de Belém, que tradicionalmente permanece acesa até o fim das festas cristãs ortodoxas em janeiro, é montada na frente da Basílica de Natividade.

ezz/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.