Belarus estuda reconhecer Abkházia e Ossétia do Sul

Moscou, 15 set (EFE).- O presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko, anunciou hoje que o Parlamento debaterá o reconhecimento da independência das regiões separatistas georgianas da Abkházia e da Ossétia do Sul.

EFE |

"O assunto será tratado durante uma sessão parlamentar em que também será avaliado o que o povo pensa", assegurou Lukashenko, segundo a agência de notícias russa "Interfax".

O líder bielo-russo, no poder desde 1994, ressaltou que sua postura a respeito "se forma a partir da opinião da sociedade".

"Quando o Parlamento se expressar e, partindo da opinião da sociedade, tomaremos uma decisão", afirmou.

O Parlamento bielo-russo tinha previsto abordar o assunto em abril passado, mas no último momento o retirou da agenda de debates.

A União Europeia já advertiu Belarus de que o reconhecimento da Abkházia e da Ossétia do Sul poria fim ao processo de aproximação entre Minsk e Bruxelas.

Até o momento, apenas Rússia, Nicarágua e Venezuela reconheceram a independência dos separatistas georgianos.

Já a antiga região sérvia do Kosovo foi reconhecida por 62 países em pouco mais de um ano e meio de existência como Estado independente. EFE io/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG