Beijo de adeus provocou alerta de segurança em aeroporto dos EUA

NOVA YORK (Reuters) - O alerta de segurança que fechou o aeroporto de Newark por horas e atrasou dezenas de voos foi provocado por um homem que passou pela área de segurança para dar um beijo de adeus em uma mulher, relatou um jornal nesta quinta-feira. A falha no Newark Liberty International Airport, um dos três grandes aeroportos que servem a região de Nova York, abalou as autoridades de segurança e da indústria da aviação porque aconteceu logo depois do atentado a bomba frustrado em um avião que seguia para Detroit, nos EUA, no dia do Natal.

Reuters |

Uma imagem do incidente em Newark mostra o homem beijando uma mulher no posto de segurança C-1 antes de ela passar pelo scanner, disse o jornal Star-Ledger de Nova Jersey, citando funcionários da segurança não identificados, que teriam visto o vídeo.

O homem, que não era um passageiro, passa pelo local onde um agente da Administração de Segurança no Transporte (TSA, na sigla em inglês) deveria estar para se aproximar da mulher, disse o jornal.

A mulher, então, segura uma corda que separa a área da segurança para que o homem passe por baixo dela, e os dois andam de mãos dadas em direção à área de embarque antes de saírem de vista, divulgou o jornal.

O homem deixou o aeroporto e não foi identificado. O funcionário da TSA que trabalhava na área foi afastado.

Um dos aviões sequestrados nos ataques de 11 de setembro de 2001 decolou do aeroporto de Newark. A aeronave caiu num campo da Pensilvânia.

(Reportagem de Daniel Trotta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG