Bebê sobrevive após ser arrastado por tempestade "Hermine"

Tempestade chegou à fronteira do México com EUA com ventos de 100 km/h

EFE |

MÉXICO - Um bebê de sete meses sobreviveu após ser arrastado por 60 metros pelos fortes ventos da tempestade tropical "Hermine", que desprenderam o teto da casa, na segunda-feira na cidade mexicana de Matamoros, fronteiriça com Brownsville, no Texas.

"Quando começou a ventania, o teto da casa voou e o menino saiu voando junto, senti uma grande angústia e desespero", declarou Marisa Santos, mãe de Brandon Emiliano. A mãe disse que saiu à rua imediatamente para pedir ajuda e buscar o bebê, que foi encontrado uma hora depois em uma casa a menos de 60 menos metros de sua residência.

"No meio da noite, saí correndo para procurá-lo, com ajuda dos vizinhos, por mais de uma hora até que o encontramos em uma casa próxima, envolvido em suas mantas e debaixo de várias laminas.Tinha muito medo porque muitas ruas já estavam inundadas e achei que a água o levaria", acrescentou. O menor foi transportado em uma ambulância para o Hospital Geral de Matamoros.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG