Bebê dos EUA é 1a vítima fatal da gripe suína fora do México

Por Jason Lange CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Um bebê do Estado do Texas tornou-se na quarta-feira a primeira vítima fatal confirmada da gripe suína fora do México.

Reuters |

Um funcionário do governo norte-americano disse que a criança, de 1 ano e 11 meses, morreu no sul dos EUA por causa do vírus, sobre o qual a Alemanha reportou três casos e a Áustria um -- aumentando para nove o total de países a registrar o vírus da gripe suína.

Não havia mais detalhes sobre a morte nos EUA, que já registrou 65 casos da doença, até então todos brandos.

O México, onde a epidemia ganhou força na última semana, continua sendo o lugar mais afetado, com até 159 mortes. Há temores de que o vírus se transforme em pandemia (epidemia global).

A França disse que proporá na quinta-feira que a União Europeia suspenda todos os voos para o México devido à gripe. A UE, a exemplo de EUA e Canadá, já aconselhou seus cidadãos a evitarem viagens não-essenciais àquele país, que tem no turismo uma importante fonte de divisas.

Já há casos confirmados nos EUA, Canadá, Nova Zelândia, Israel, Grã-Bretanha, Espanha. A Áustria também confirmou um primeiro caso da doença nesta quarta-feira, em uma mulher de 28 anos que havia retornado de uma viagem ao México.

Na Alemanha, os casos envolvem um homem e uma mulher de quase 40 anos na Baviera (sul), e uma mulher de 22 anos de Hamburgo (norte). Todos estiveram recentemente no México.

A Organização Mundial da Saúde disse que isso pode elevar o nível de alerta contra pandemias para a fase 5 (numa escala de 1 a 6) -- caso seja confirmado que pessoas contaminadas em pelo menos dois países estão difundido a nova doença de forma sustentável.

Antes da divulgação da morte nos EUA, Keiji Fukuda, dirigente da OMS, havia dito que essa poderia ser uma "pandemia muito branda", embora tenha alertado que o vírus da gripe "se move de formas que não podemos prever".

Os mercados da Ásia subiram na quarta-feira, em parte devido ao otimismo de que o mundo pode ser poupado de uma grave pandemia.

(Reportagem de Jason Lange, Catherine Bremer Alistair Bell e Helen Popper, na Cidade do México, Andrew Quinn, em Washington, e Eric Burroughs em Hong Kong)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG