Bebê de 2 semanas é resgatado vivo de escombros na Turquia

Menina, mãe e avó são salvas 48h após terremoto; menino de 10 anos é resgatado mais de 54h após tremor que deixou 432 mortos

iG São Paulo |

Equipes de resgate conseguiram retirar dos escombros de um prédio um bebê de duas semanas quase 48 horas depois do terremoto de magnitude de 7,2 que atingiu o leste da Turquia no domingo e deixou 432 mortos. A mãe e a avó do bebê também foram resgatadas horas depois.

AP
A bebê Azra Karaduman, de dois meses, resgatada de escombros quase 48 horas após terremoto na Turquia

Mais tarde, o canal NTV informou que Serhat Gul, um menino de 10 anos, foi resgatado dos escombros de sua casa na Província de Van mais de 54 horas depois do terremoto.

O bebê de duas semanas, uma menina chamada Azra Karaduman, foi retirada dos destroços do prédio de apartamentos que desabou na cidade de Ercis após o tremor. Segundo a agência de notícias Reuters, imagens de televisão mostraram os membros da equipe de resgate aplaudindo enquanto o bebê era retirado do local.

Um dos integrantes da equipe carregou a criança no colo, que estava sem roupas, enrolando-a em um cobertor e entregando o bebê a um paramédico em seguida.

Depois, as equipes resgataram a mãe da menina, Seniha, que não tinha ferimentos mas estava desidratada. A terceira resgatada foi a avó, Gulzade, 73 anos. As equipes acreditam que o pai da criança continue preso em meio aos escombros ao lado de cinco ou seis pessoas.

As equipes já tinham conseguido resgatar dos escombros de um prédio também em Ercis a grávida Derya Coskin, a filha Elif e o filho Ozer 35 horas depois do tremor. A Diretoria de Desastres e Emergências da Turquia informou que mais de 1,3 mil pessoas ficaram feridas e centenas ainda estão desaparecidas depois do terremoto que atingiu a região leste do país, destruindo cidades como Ercis e Van.

Chances diminuindo

As autoridades informaram que mais de 2 mil prédios desabaram, e as esperanças de retirar sobreviventes dos escombros estão diminuindo.

O correspondente da BBC em Ercis Tim Willcox relatou que durante a noite as equipes de resgate passaram por momentos de alegria e euforia pelo resgate de algumas famílias, mas, na maior parte do tempo, o clima era de frustração. Willcox permaneceu junto a uma equipe que trabalhava nos escombros de um prédio durante quase oito horas. Nenhum sobrevivente foi encontrado nesse período, mas as equipes conseguiram retirar vários corpos, inclusive de uma família de quatro pessoas, a mãe (que tinha por volta de 30 anos), e três filhas, incluindo um bebê de cerca de um ano.

O correspondente da BBC também afirma que, um outro local, um amontoado de concreto, móveis e radiadores pode estar sobre entre 40 ou 50 pessoas que ainda estão desaparecidas. Willcox afirmou que muitos estão indignados com o fato de que, enquanto muitos prédios da cidade desabaram, outros parecem que mal foram abalados pelo terremoto. Segundo os moradores de Ercis, o governo não parece ter fiscalizado as construtoras do país.

O governo da Turquia, por sua vez, pediu mais ajuda para os milhares afetados pelo terremoto. As autoridades disseram que mais 12 mil barracas seriam entregues nas cidades de Ercis, Van e nos vilarejos próximos.

No entanto, o governo turco recebeu críticas por não ter conseguido ajudar adequadamente os desabrigados, que passaram uma segunda noite em temperaturas abaixo de zero, sem aquecimento ou barracas.

A Turquia é bastante vulnerável a terremotos porque fica sobre uma grande falha geológica. Em 1999, dois terremotos de magnitude maior que 7 mataram quase 20 mil pessoas em partes do noroeste do país.

Assista ao vídeo sobre os resgates:

Com BBC e AFP

    Leia tudo sobre: turquiaterremototremorsobreviventeresgate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG