BCs da A. Latina dizem que região está bem preparada

SANTIAGO (Reuters) - Presidentes dos Bancos Centrais das principais economias da América Latina disseram neste domingo que a região está bem preparada para enfrentar o aumento da turbulência global e concordaram em trocar informações sobre os mercados monetário e financeiro. Presidentes dos Bancos Centrais do México, Brasil, Peru, Chile, Colômbia e Argentina se reuniram na capital chilena Santiago para discutir o aprofundamento da crise financeira mundial e como melhor proteger a região do contágio.

Reuters |

"O que está claro é que todos nós temos uma visão comum de garantir e preservar a integridade monetária e financeira em nossos países", disse Martin Redrado, presidente do Banco Central da Argentina, ao final da reunião que durou quatro horas.

Uma nota conjunta emitida pelas autoridades após o encontro afirmou: "Estamos em melhores condições para enfrentar a turbulência financeira, graças aos sólidos fundamentos econômicos".

Vários países na região conseguiram armazenar reservas estrangeiras durante anos de forte crescimento econômico e exportações de commodities lucrativas.

Porém, Brasil, México e a Argentina utilizaram parte dessas reservas nas últimas semanas para tentar evitar uma desvalorização acentuada das suas moedas frente ao dólar.

Conforme a crise financeira global desacelera o crescimento das economias no mundo inteiro, a demanda por exportações de produtos da América Latina diminui.

(Reportagem de Pav Jordan e Antonio de la Jara)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG