Vulcões ajudaram dinossauros a dominar a Terra, diz estudo

Um estudo de pesquisadores dos Estados Unidos e de Taiwan apontou que imensas atividades vulcânicas há cerca de 200 milhões de anos permitiram que os dinossauros se tornassem os seres dominantes na Terra. Os dinossauros foram os vertebrados terrestres dominantes por mais de 135 milhões de anos.

BBC Brasil |

Se por um lado é amplamente aceito que um asteroide teria causado sua extinção, não há consenso sobre os fatores que permitiram sua ascensão.

Segundo o estudo publicado na revista acadêmica americana Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), um período de 600 mil anos de constantes erupções vulcânicas alterou o clima, causando a extinção em massa dos principais competidores dos dinossauros e abrindo o caminho para a sua hegemonia.


As constantes erupções vulcânicas eliminaram os competidores dos
dinossauros do planeta (Imagem/Getty Images)


Essa revolução climática ocorreu há 200 milhões de anos, no final do período Triássico.

Até então, grande parte dos continentes terrestres estava unida, formando o continente conhecido como Pangeia. Mas, quando a América do Norte e a África começaram a se separar, a Terra passou a enfrentar esse período de 600 mil anos de erupções vulcânicas.

Nessa fase de atividade dos vulcões, 50% dos animais de quatro patas, 50% das plantas terrestres e 20% das famílias marinhas foram extintas.

Mudança climática

Os cientistas relacionaram a ascensão dos dinossauros a esse período de extinção em massa na Terra com base em estudos de plantas e animais fossilizados que datam dessa era vulcânica.

A análise desse material indicou que os níveis de gases de efeito estufa no planeta aumentaram conforme as erupções dos vulcões cresciam, causando alterações climáticas extraordinárias. Ao mesmo tempo, os registros de pegadas de répteis como os dinossauros aumentavam.

"Nós estamos mostrando que esses eventos são sincronizados", disse a paleobiologista Jessica Whiteside ao repórter da BBC News Paul Rincon.

A líder da pesquisa explica que não está claro por que os dinossauros sobreviveram a essa fase de extinção, mas acredita que pode ter sido por sorte.

"(Os dinossauros) tiveram a sorte de estar involuntariamente adaptados para sobreviver a essa catástrofe climática", explicou Whiteside.

O que o estudo aponta é que as erupções em massa e as consequentes mudanças climáticas eliminaram muitos dos rivais dos dinossauros, incluindo os animais do grupo Crurotarsi.

Durante o período Triássico, esses animais, que seriam os antepassados dos crocodilos, disputavam com os dinossauros o domínio do ambiente terrestre.

Veja também:


Leia mais sobre: Dinossauros

    Leia tudo sobre: dinossaurodinossauros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG