Viúvo publica livro a partir de últimos desejos de sua mulher

Britânico escreveu sobre vida com os filhos após morte da mãe, que deixou lista com 100 atividades para ele fazer com as crianças

BBC Brasil |

selo

SWNS
Kate Greene com os filhos Reef e Finn
Um viúvo britânico fechou um contrato de 100 mil libras (R$ 270 mil) para publicar um livro, que acaba de ser lançado, com base em uma lista dos últimos desejos de sua mulher . Kate Greene morreu de câncer, aos 38 anos, em 2010, mas antes preparou um documento em que descrevia cem esperanças, desejos e instruções para o marido, St John Greene, e os dois filhos do casal.

Leia também: Antes de morrer, mãe deixa a marido instruções para cuidar dos filhos

A lista inclui coisas simples, como comprar seus biscoitos favoritos - de laranja com chocolate - regularmente, até "sempre beijar os meninos ao dar boa noite" e a sugestão mais aventureira de "levar os meninos para mergulhar em Belize". Agora, os detalhes farão parte do livro que conta a dramática história da família, que enfrentou o câncer duas vezes.

O filho mais velho do casal, Reef, foi diagnosticado com a doença quando tinha apenas dois anos, e os médicos disseram que ele viveria apenas duas semanas. Kate estava grávida do segundo filho, Finn, e o estresse fez com que ele nascesse sete semanas prematuro.

Reef acabou se recuperando do câncer no abdômen, mas, em 2008, a mãe descobriu que tinha câncer de mama. Quando seu estado de saúde piorou e ela já não conseguia dormir, com medo de não sobreviver a cada noite, Kate decidiu escrever a lista.

"Ela queria ter certeza de que ela estaria sempre presente para os meninos de alguma maneira", disse St John. "Ela sabia que se eu comprasse seus biscoitos favoritos toda semana, os meninos se lembrariam dela. Era uma maneira de manter vivas as memórias."

"Kate pediu que eu levasse os meninos à praia, no País de Gales, onde ela adorava ir com eles; ela pediu que eu comprasse uma mesa de jantar, para termos refeições decentes em família; ela pediu que guardasse seus diplomas e certificados em uma caixa", contou o marido.

Mergulho no Belize

Agora, dois anos após a morte da esposa, St. John acaba de lançar a obra "Mum's List - A Mother's Life Lesson to the Husband and Sons She Left Behind" ("A lista da mamãe - As lições de vida de uma mãe ao marido e aos filhos que ela deixou", em tradução livre).

Com o contrato para a publicação do livro, St John vai poder riscar mais um desejo cumprido da lista: o de levar os filhos para mergulhar no Belize, na América Central.

"Era um lugar onde queríamos ir, antes de os meninos nascerem, mas não conseguimos. Kate disse: 'Se você não pode me levar lá, você pode ao menos levar dois pedacinhos de mim. Leve os meninos'.

Kate havia trabalhado como instrutora de mergulho e queria que os filhos também aprendessem a apreciar o fundo do mar.

"Escrever o livro foi um processo terapêutico para mim. Ninguém nunca poderia imaginar que algum dia haveria um livro com meu nome na capa", disse St John. "Isso é algo que Kate não colocou em sua lista, mas sei que ela ficaria felicíssima em saber no que seus desejos acabaram se transformando."

    Leia tudo sobre: reino unidocâncermortelivro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG