Vídeo: Terremoto e tsunami deixam rastro de destruição no Japão

Ondas arrastam carros, barcos e até prédios, provocando incêndios; epicentro do abalo foi a 160 quilômetros da costa

BBC Brasil | 11/03/2011 13:16 - Atualizada às 13:22

Compartilhar:

selo

A polícia japonesa disse nesta sexta-feira ter encontrado entre 200 e 300 corpos na cidade de Sendai, na costa leste do Japão, após o terremoto seguido de tsunami que atingiu o país. Segundo as autoridades, outros 88 corpos já foram encontrados e mais de 350 pessoas estão desaparecidas em consequência do tremor, o mais forte já registrado no Japão.

Sendai é a cidade mais próxima do epicentro do sismo, que teve magnitude 8,9 pela medição da Agência Geológica americana (USGS, na sigla em inglês). Regiões agrícolas próximas à cidade, capital da Província de Miyagi, também foram inundadas pelas ondas de até sete metros que se seguiram ao terremoto.

Incêndios aconteceram em diversas áreas em consequência do tremor e das mais de 50 réplicas, de magnitude inferior a 6. O terremoto, que ocorreu por volta das 15h (horário local do Japão, 3h da manhã em Brasília), foi o sétimo mais forte já registrado em todo o mundo, de acordo com a USGS. As ondas arrastaram carros, barcos e até prédios, provocando incêndios

Emergência

O epicentro do abalo foi no fundo do mar, a uma distância de 160 quilômetros da costa, no mesmo local onde ocorreu um terremoto de 7,3 graus na última quarta-feira. A costa próxima à Província de Miyagi, a 373 quilômetros de Tóquio, foi a mais afetada pelo tremor.

Segundo informações divulgadas pela imprensa japonesa, um barco com cerca de 100 pessoas a bordo foi arrastado pelas ondas gigantes e está desaparecido. O governo japonês decretou estado de emergência na usina nuclear de Fukushima, 270 quilômetros a nordeste de Tóquio, depois que o sistema de resfriamento da usina falhou.

Outra usina nuclear na Província de Miyagi teria focos de incêndio, segundo relatos. Segundo oficiais, nenhum vazamento de radiação foi detectado. O sistema de metrô de Tóquio parou de funcionar. Cerca de 8,4 milhões de casas estão sem energia elétrica no nordeste do país. O primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, montou um quartel de emergência e enviou as forças de autodefesa para resgatar sobreviventes.

Assista ao vídeo:

    Notícias Relacionadas



    Previsão do Tempo

    CLIMATEMPO

    Previsão Completa

    • Hoje
    • Amanhã

    Trânsito Agora

    INDICADORES ECONÔMICOS

    Câmbio

    moeda compra venda var. %

    Bolsa de Valores

    indice data ultimo var. %
    • Fonte: Thomson Reuters
    Ver de novo