Uribe rebate Lula e diz que brasileiro 'tremia' diante de Chávez

Declaração de ex-líder colombiano é feita depois de ex-presidente brasileiro dizer que relação entre ambos era marcada por desconfiança

BBC Brasil |

selo

Uma declaração feita nesta quinta-feira pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Lula irritou o ex-líder colombiano Álvaro Uribe, que fez duras críticas ao brasileiro em seu perfil do Twitter.

AP
Segundo Lula, relação entre brasileiro e colombiano não era ideal (foto de arquivo)
Durante o Fórum de Investimento Brasil-Colômbia, em Bogotá, Lula afirmou que sua relação com Uribe era de “desconfiança mútua”. “Tenho certeza de que você (o atual presidente colombiano Juan Manuel Santos) e a presidente Dilma Rousseff podem fazer muito mais do que fizemos eu e o Uribe, que tínhamos uma boa relação, mas com muita desconfiança”, disse Lula. “Não confiávamos totalmente um no outro.”

A afirmação irritou o ex-presidente Uribe, que disparou duras críticas contra Lula em seu perfil no serviço de microblogging Twitter (@alvarouribevel), resgatando inclusive episódios da época em que os dois estavam no poder. "Lula criticava Chávez em sua ausência, mas tremia quando ele estava presente”, afirmou Uribe em uma de suas publicações.

Em outra mensagem, o ex-mandatário da Colômbia afirmou: “Lula hoje nos maltrata, mas quando estava no governo, fingia ser o melhor amigo”.

Uribe também criticou Lula dizendo que ele era incapaz de qualificar as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) de "terroristas". Ainda sobre as Farc, o colombiano acusou Lula de vetar a transmissão pela TV de um debate entre líderes latinos sobre o grupo guerrilheiro, que ocorreu em Bariloche, na Argentina, em 2009.

'Mau perdedor'

Uribe também qualificou Lula de “mau perdedor”, e disse que o ex-presidente brasileiro estaria “bravo porque ganhamos o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) com Luis A. Moreno”.

A afirmação faz referência à disputa para a presidência do banco, no qual o diplomata colombiano venceu o economista brasileiro João Sayad.

    Leia tudo sobre: uribelulacolômbiabrasildesconfiança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG