Túnel deve alcançar mineiros soterrados em 24 horas, diz ministro

Resgate dos 33 trabalhadores presos a cerca de 700 metros, no norte do Chile, pode começar em três ou oito dias

BBC Brasil |

selo

O ministro da mineração do Chile, Laurence Goldborne, disse nesta sexta-feira que uma máquina perfuradora deve chegar “dentro de 24 horas” ao local onde 33 mineiros estão presos desde 5 de agosto, depois de um acidente em uma mina do norte do país.

Segundo Goldborne, o resgate dos trabalhadores, soterrados a cerca de 700 metros de profundidade, poderia começar “em três ou oito dias, dependendo da decisão de forrar o túnel ou não”.

Antes, o ministro da Saúde, Jaime Mañalich, havia dito que a operação de resgate deve começar na próxima terça-feira, dia 12 de outubro.

A máquina perfuradora T-130, conhecida como plano B para o resgate dos trabalhadores, já escavou 584 metros, de acordo com o jornal chileno La Tercera, e agora faltam apenas 40 metros para chegar ao refúgio onde os mineiros estão presos.

Quando terminar a perfuração, engenheiros vão analisar se é seguro içar os homens para a superfície e se é necessário, como planejado, forrar o túnel com um invólucro de metal - um processo que poderia levar vários dias.

Paciência

Mañalich afirmou apenas a primeira parte do túnel aberto pela T-130 será protegido, o equivalente aos primeiros cem a 200 metros.

"A última parte (do túnel), que provavelmente será em rocha maciça, sem proteção, precisa ser muito bem polida. É o que está planejado até hoje, o mais viável", disse Mañalich, acrescentando que a próxima terça-feira é a data provável para o início do resgate.

O ministro também pediu paciência aos chilenos, enquanto o complicado processo de perfuração e resgate é realizado. A equipe de perfuração paralisou nesta sexta-feira o trabalho da T-130 para fazer uma revisão no equipamento, uma operação que deve durar entre dez e 12 horas.

Cronograma

O cronograma de resgate foi reduzido depois que as três escavadeiras utilizadas no local começaram a progredir mais rapidamente do que o previsto. Na semana passada, o governo havia mencionado que as tentativas de resgate começariam na segunda metade de outubro, quando anteriormente o prazo se estendia até o início de novembro.

Assim que o túnel de resgate estiver pronto, uma cápsula de aço, projetada pela Marinha chilena e construída especificamente para este propósito, será utilizada para retirar os trabalhadores da mina.

O plano é que oficiais da Marinha desçam para avaliar a situação e ajudar os mineiros a utilizar a cápsula. O processo de retirada de cada um dos homens presos deve durar uma hora.

    Leia tudo sobre: chilemineirosresgateminamáquinas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG