Tropas estrangeiras marcham pela primeira vez em parada na Rússia

País celebra neste domingo a rendição nazista em Moscou

BBC Brasil |

selo

Tropas de quatro países membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) marcharam pela primeira vez na Rússia na parada anual que marca a vitória na Segunda Guerra Mundial.

Soldados da Grã-Bretanha, França, Polônia e Estados Unidos marcharam neste domingo ao lado de tropas russas na Praça Vermelha, em Moscou.

A chanceler alemã Angela Merkel estava entre as dezenas de líderes mundiais participando do aniversário de 65 anos da vitória.

Além de 10 mil soldados russos e das tropas estrangeiras, a parada também incluiu tanques, mísseis balísticos e o voo de 127 aeronaves.

Essa foi a maior demonstração do poder militar russo desde o colapso da União Soviética, segundo o correspondente da BBC em Moscou, Richard Galpin.

O presidente russo Dmitri Medvedev disse em um discurso que as lições da Segunda Guerra Mundial "nos urgem a mostrar solidariedade". "A paz ainda é frágil e é nosso dever lembrar que guerras não começam em um instante", disse. "É apenas juntos que deveremos conseguir combater as ameaças modernas".

Visitas canceladas

A presença de tropas estrangeiras na Praça Vermelha - que um dia foi o coração da União Soviética - foi um gesto altamente simbólico, demonstrando até que ponto a rivalidade da Guerra Fria foi superada, segundo o correspondente.

Um membro do Exército britânico disse à BBC que seu batalhão estava animado de fazer parte da parada, pois é importante que os antigos aliados que derrotaram os nazistas estejam juntos no aniversário de 65 anos do fim da guerra.

Nenhuma autoridade britânica, no entanto, estava entre os líderes mundiais que assistiam ao desfile. Uma fonte confirmou à BBC que o governo russo recusou a oferta de participação do Príncipe Charles, mas a razão não está clara.

Opresidente francês Nicolas Sarkozy e o italiano Silvio Berlusconi cancelaram suas visitas para poder lidar com a crise envolvendo o euro.

Os aliados ocidentais marcam a vitória sobre os nazistas na Europa todo dia 8 de maio, mas a Rússia celebra o evento um dia depois, quando ocorreu a rendição nazista em Moscou.

    Leia tudo sobre: RússiaSegunda Guerra Mundial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG