Tempestades causam devastação no Oriente Médio

Ventos, chuvas e nevascas atingem Israel, Líbano, Síria e Egito

BBC Brasil |

selo

Fortes ventos, chuvas e nevascas causaram devastação em países do Oriente Médio e leste do Mediterrâneo, pelo segundo dia consecutivo.

As tempestades fizeram afundar um navio perto da costa de Israel neste domingo, forçaram o fechamento de portos e atrapalharam o envio de cargas pelo canal de Suez.  Ondas de até 10 metros de altura destruíram barcos de pesca no Líbano.

AFP
Libaneses reagem a uma onda na cidade de Sidon

Na capital síria, Damasco, estradas tiveram que ser interditadas por causa da neve. Na cidade libanesa de Trípoli, uma mulher morreu por causa da queda de uma árvore sobre o seu carro.

Outras cidades da região enfrentaram alagamentos e transtornos. Muitos voos que tinham aeroportos do Oriente Médio como destino ou origem sofreram atrasos.

As tempestades deram fim a um longo período de secas no Líbano, na Síria e em Israel - onde um incêndio, há poucos dias, devastou uma floresta e matou 40 pessoas.

Portos egípcios

No Egito, ventos de mais de 60 km/h forçaram o fechamento da maioria dos portos - incluindo o maior do país, em Alexandria. Na mesma cidade, três pessoas morreram após o desabamento de uma fábrica, mas a polícia negou relatos iniciais de que o incidente tenha sido decorrente das fortes chuvas.

O correspondente da BBC no Cairo Jon Leyne relata que a cidade está sofrendo com as rajadas frias de ventos e tempestades de areia.

    Leia tudo sobre: líbanooriente médiotempestadechuva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG