Temendo protestos, Blair cancela sessão de autógrafos em Londres

Blair havia enfrentado protestos no sábado, durante o lançamento de seu livro na capital irlandesa, Dublin

BBC Brasil |

selo

Após ter enfrentado protestos no sábado, durante o lançamento de seu livro na capital irlandesa, Dublin, o ex-premiê britânico Tony Blair cancelou nesta segunda-feira uma sessão de autógrafos marcada para a quarta-feira em Londres.

Durante o evento em Dublin, manifestantes jogaram ovos, sapatos e garrafas no ex-premiê.

Para Blair, os policiais de Londres têm coisas mais importantes para fazer do que lidar com esse tipo de protesto.

"A Política Metropolitana teria, como sempre, feito um ótimo trabalho, mas eu não quero de sobrecarregá-la por causa de uma simples sessão de autógrafo", afirmou o ex-premiê em um comunicado publicado em seu site.

Ele informou ainda que enviou cópias autografadas de A Journey ("Uma Jornada", em tradução livre) para livraria Waterstone's no centro da capital onde ocorreria o lançamento.

'Medo'
Em Dublin, os manifestantes entraram em choque com a polícia, que montou um forte esquema de segurança ao redor da livraria Easons.

Autoridades prenderam quatro pessoas que tentaram jogar sapatos e ovos em Blair. Nenhum dos objetos jogados atingiu o ex-premiê.

Em entrevista ao canal de TV britânico ITV, ele disse ainda que na verdade não precisa dessas sessões de autógrafos, já que seu livro está vendendo muito bem.

A Journey está em primeiro lugar na lista de mais vendidos no site da Amazon do Reino Unido e em sétimo na Amazon dos Estados Unidos. Blair criticou os manifestantes, dizendo que eles têm o direito de protestar, mas que não deveriam impedir aqueles que gostariam de ter seus livros autografados. "Espero que eles entendam."

Lindsey German, integrante da organização pacifista britânica Stop The War Coalition, disse que Blair "ficou com medo de ir à sessão de autógrafos porque ele sabe que os manifestantes representam a oposição generalizada à sua postura pró-guerra".

    Leia tudo sobre: tony blair

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG