Receita de churros 'explosivos' obriga jornal chileno a indenizar leitores

Modo de preparo recomendado por La Tercera causou queimaduras em pessoas; jornal pagará total de R$ 303 mil entre 13 leitores

BBC Brasil |

selo

O jornal chileno La Tercera teve de indenizar 13 leitores que sofreram queimaduras quando preparavam churros seguindo uma receita publicada pelo diário. O preparo do tradicional doce seguindo a receita do jornal acarretou em casos de explosão dos churros, fazendo com que pessoas fossem borrifadas com óleo fervente e sofressem queimaduras.

A Suprema Corte do Chile chegou à conclusão de que uma pessoa que seguisse à risca o modo de preparo de churros publicado no jornal acabaria inevitavelmente se ferindo. O jornal terá de arcar com indenizações equivalentes a um total de R$ 303 mil. As compensações vão desde valores menores, como R$ 518 até R$ 48 mil, concedida a uma mulher cujas queimaduras foram graves.

'Explosões violentas'

A decisão da Suprema Corte se deu sete anos após leitores terem se queimado no rosto, nos braços e no corpo, ao tentar realizar a receita. O tribunal deliberou que a temperatura do óleo indicada na receita era elevada demais, tornando mais do que provável a ocorrência de uma explosão quando a massa fosse colocada para fritar.

''As explosões foram tão violentas que, em alguns casos, os respingos atingiram o teto e cobriram a pessoa que estava cozinhando'', afirmou a corte. A companhia que é dona do jornal La Tercera afirmou que acatará a decisão judicial.

    Leia tudo sobre: churrosla tercerachileindenização

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG