Rebeldes dizem ter retomado parte de cidade no leste da Líbia

Manifestantes antigoverno foram atacados pela polícia e precisaram recuar, mas afirmam que retomaram a cidade de Brega

BBC Brasil |

selo

Forças rebeldes na cidade de Brega, na região leste da Líbia, afirmaram neste domingo que eles conseguiram expulsar as tropas leais a Muamar Khadafi e retomaram o controle da cidade.

Na manhã de domingo, os rebeldes foram atacados pelos militares e tiveram de recuar . A imprensa estatal líbia chegou a informar que as forças pró-Khadafi teriam retomado a cidade. No entanto, os opositores disseram que uma força de elite vinda de Benghazi conseguiu retomar a zona industrial de Brega.

Os rebeldes tinham se reagrupado na cidade de Brega depois de saírem de Ras Lanuf no sábado, sob forte bombardeio das tropas do governo pelo ar, terra e mar.

Em Misrata, último reduto rebelde no oeste do país, os militares teriam usado tanques para tentar expulsar os rebeldes. Já em Benghazi (leste), que é controlada por rebeldes, o clima é de desafio e muitos combatentes feridos estão sendo substituídos por moradores no front, de acordo com o correspondente da BBC em Benghazi Pascale Harter.

Zona de exclusão

Ainda neste domingo, o governo francês afirmou que pretende acelerar os esforços diplomáticos para impor uma zona de exclusão aérea no país.

O objetivo é evitar que as forças de Khadafi usem aviões e helicópteros pra atacar os rebeldes, mas ainda não foi esclarecido como este objetivo seria alcançado.

No sábado, a Liga Árabe decidiu apoiar que o Conselho de Segurança da ONU determine a zona de bloqueio aéreo. Também há a preocupação em relação ao desrespeito aos direitos humanos na Líbia.

A organização Human Rights Watch acusou as autoridades líbias de ser responsáveis por prisões arbitrárias, repressões violentas e pelo desaparecimento de pessoas na capital, Trípoli.

    Leia tudo sobre: líbiabregamuamar khadaficonfronto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG