Primeira mulher a liderar Tailândia anuncia coalizão de governo

Após vencer eleição, partido da oposição terá 299 assentos parlamentares entre os 500 disponíveis

BBC Brasil |

selo

AFP
Yingluck Shinawatra anuncia coalizão após vitória nas eleições gerais da Tailândia
Um dia após se eleger a primeira mulher a liderar a Tailândia, Yingluck Shinawatra anunciou uma coalizão de governo que garantirá 299 assentos parlamentares entre os 500 disponíveis.

A irmã do ex-primeiro ministro deposto, Thaksin Shinawatra, disse que o novo governo trará "reconciliação" ao país, que sofre há mais de cinco anos com consecutivas crises de instabilidade política.

Desde 2006, quando Thaksin foi deposto, a Tailândia tem enfrentado recorrentes conflitos entre a ala popular da sociedade, representada pelo movimento dos "camisas vermelhas", e a elite de Bangcoc, os "camisas amarelas".

Em abril e maio de 2010, os "camisas vermelhas", simpatizantes de Shinawatra, ocuparam áreas centrais da capital por diversas semanas até serem expulsos pelo Exército em um confronto sangrento que resultou em mais de 90 mortes.

A coalizão anunciada por Yingluck nesta segunda-feira contará com outras quatro agremiações além do partido dela, o Pheu Thai, que garantiu sozinho 265 assentos.

De acordo com o jornal "The Nation", os partidos menores Chat ThaiPattana, Chat Pattana Phua Pandin, Palang Chon e Mahachon, somados, contribuem com 34 assentos. O candidato de situação e ex-primeiro ministro Abhisit Vejjajiva reconheceu a vitória da oposição e disse nesta segunda-feira que deixará a liderança do Partido Democrata. Os Democratas, apoiados pelos "camisas amarelas", esperavam conquistar pelo menos 170 assentos e demonstraram surpresa ao garantir apenas 159.

Economia

No discurso de vitória Yingluck Shinawatra também prometeu fortalecer a economia e combater a corrupção. A população de 67,7 milhões tem uma renda média anual per capita de US$ 3.760 (R$ 5.890),  abaixo da média brasileira que é de US$ 8.070 (R$ 12.577), segundo dados de 2009 do Banco Mundial.

O PIB de US$ 268 bilhões é baseado principalmente na produção agrícola, em especial o cultivo de arroz, que faz da Tailândia um dos maiores exportadores mundiais do grão.

Bancoc

As ruas da capital Bangcoc amanheceram tranquilas apesar dos rumores de que uma vitória de Yingluck Shinawatra poderia não ser aceita pelos "camisas amarelas", o que poderia resultar em confrontos. O Exército, responsável pela deposição do irmão de Yingluck em 2006, disse que iria respeitar o resultado das urnas.

A sólida vitória de Yingluck e o reconhecimento da derrota por Vejjajiva, parecem corroborar a promessa do Exército. A reversão à força do resultado das urnas já é visto por analistas locais como um cenário improvável.

Precaução

Antes das eleições, representações diplomáticas internacionais pediram aos cidadãos estrangeiros que acompanhassem com cautela os acontecimentos no país.

Por precaução, a própria embaixada do Brasil em Bangcoc estabeleceu um cadastro emergencial para contatar todos os brasileiros residentes no país, no caso de uma nova onda de violência.

O levantamento, executado pela Associação de Brasileiros na Tailândia, cadastrou mais de 130 famílias, mas ainda não foi necessário entrar em contato com ninguém, pois a situação tem se mantido calma.

    Leia tudo sobre: tailândiaYingluckeleição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG