Popularidade de Obama atinge seu pior patamar, diz pesquisa

Índice ficou em 39%. Rejeição entre os norte-americanos também é recorde, 54%

BBC Brasil |

selo

A popularidade do presidente americano, Barack Obama, atingiu o menor patamar desde a sua posse, em janeiro de 2009, segundo uma pesquisa do instituto Gallup divulgada neste domingo. De acordo com o levantamento, 39% dos entrevistados dizem aprovar a maneira como Obama está lidando com suas funções como presidente, percentual abaixo dos 40% registrados na pesquisa anterior, realizada entre 6 e 8 de agosto. Esta foi a primeira vez que a aprovação de Obama ficou abaixo dos 40%.

AP Photo/Carolyn Kaster
Obama durante anúncio do acordo que evitou o calote dos EUA: crise fez popularidade cair
A pesquisa divulgada neste domingo, realizada entre os dias 11 e 13 deste mês, também aponta que 54% dos entrevistados desaprovam a performance do presidente, o maior índice de rejeição registrado desde que Obama chegou à Casa Branca.

A popularidade de Obama tem ficado na faixa dos 40% durante praticamente todo o ano de 2011. O ápice de sua aprovação ocorreu nos dias que se seguiram à morte de Osama Bin Laden , em maio, quando chegou a 53%.

No entanto, a crise política que surgiu em torno da aprovação do aumento do teto de envididamento dos Estados Unidos fez com que a aprovação do presidente ficasse em torno de 40% a partir de julho.

Além disso, analistas afirmam que a má situação econômica do país, que não consegue se recuperar da recessão, também contribui para abalar a imagem de Obama.

Eleições de 2012

Nesse sábado, a parlamentar americana Michele Bachmann, integrante do movimento conservador Tea Party, venceu a primeira disputa informal para a nomeação do Partido Republicano para a eleição presidencial de 2012.

Bachmann derrotou o congressista Ron Paul e o governador de Minnessota, Tim Pawlenty, em uma prévia não-oficial realizada no Estado de Iowa.

O resultado fez com que Pawlenty anunciasse neste domingo sua desistência em lançar-se como pré-candidato à Presidência pelos republicanos.

O correspondente da BBC em Washington Jonny Dymond afirma que Bachmann deve se tornar uma forte concorrente para atrair os votos mais conservadores, junto do governador do Texas, Rick Perry , que já anunciou sua pré-candidatura à Casa Branca.

Pesquisas de opinião indicam que o governador de Massachusetts, Mitt Romney, é o favorito para vencer a prévia do Partido Republicano para 2012.

Obama já anunciou que buscará a reeleição pelo Partido Democrata.

    Leia tudo sobre: EUAObamapopularidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG