Políticos alemães aconselham Grécia a vender ilhas para pagar dívidas

A Grécia deveria considerar a venda de algumas de suas ilhas inabitadas para saldar suas dívidas, de acordo com aliados da chanceler alemã, Angela Merkell. Josef Schlarmann e Frank Schaeffler declararam ao jornal alemão Bild que os gregos deveriam vender parte de seu patrimônio para levantar dinheiro.

BBC Brasil |

"Venda suas ilhas, seus gregos falidos - e a Acrópolis também", dizia a manchete do Bild.

O premiê grego, George Papandreou, deve se encontrar com Merkel em Berlin ainda esta semana para discutir a crise econômica grega. Ele já anunciou duras medidas de austeridade.

Venda
A ideia da venda de parte do território grego parece absurda, mas veio de dois políticos da maior economia europeia.

Schlarmann, um dos líderes do partido de Merkel e Schaeffler, jovem integrante da coalizão de governo, confirmaram à BBC que desejam iniciar um debate sobre o que a Grécia poderia fazer para sair da crise e fortalecer o euro.

Os que não conseguem pagar seus credores, disse Schlarmann, devem vender o que possuem. Ele aconselhou Merkel a não prometer ajuda financeira aos gregos durante o encontro com Papandreou.

Uma pesquisa publicada nesta quinta-feira sugere que 84% dos alemães acham que a União Europeia não deve ajudar a Grécia a sair da crise.

Das cerca de seis mil ilhas gregas, apenas 227 são habitadas. Muitas são propriedades de milionários.

Algumas ilhas gregas podem custar apenas US$ 2 milhões - o equivalente a cerca de R$ 3,5 milhões.

O governo socialista grego prometeu reduzir o déficit de 12,7% do PIB - quatro vezes acima do limite imposto para a zona do euro - para 8,7% em 2010. Além disso, o país promete reduzir a sua dívida de 300 bilhões de euros.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG