Segundo chefe de polícia, vinda do presidente americano causaria um imenso esforço de segurança por parte da África do Sul

selo

O chefe da polícia sul-africana disse nesta sexta-feira esperar que a equipe de futebol dos Estados Unidos seja eliminada na fase inicial da Copa do Mundo para evitar os problemas acarretados por uma possível visita do presidente americano ao país.

Bheki Cele disse a deputados sul-africanos que Barack Obama pode ir ao país se a equipe passar da primeira fase e que a presença do chefe de Estado significaria um imenso esforço de segurança por parte das autoridades da África do Sul.

“Rezamos para que os americanos não passem para a segunda fase”, disse ele, que ressaltou, entretanto, que seus homens poderiam cuidar da segurança de Obama.

Cele disse que 43 chefes de Estado devem estar presentes durante o mundial de futebol, o primeiro organizado na África.

Nesta sexta-feira, milhares de sul-africanos permaneceram em fila por horas para serem fotografados ao lado da taça do Mundial.

O troféu de ouro maciço inicia sua turnê na África do Sul antes do torneio, dia 11 de junho.

Mas o protocolo reza que apenas chefes de Estado e atletas podem tocar o troféu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.