Polícia sul-africana acusa de fraude homem que alega ser cantor morto

Suposto cantor popular Khulekani 'Mgqumeni' Khumalo diz ter sido sequestrado por zumbis e ter sido mantido por 2 anos em caverna

BBC Brasil |

selo

A polícia sul-africana acusa de fraude um homem que afirma ser o popular cantor Khulekani "Mgqumeni" Khumalo, morto em 2009. O homem diz que foi sequestrado por zumbis e mantido durante dois anos em uma caverna.

O suposto regresso de Khumalo - um premiado cantor de música típica da etnia zulu - atraiu multidões na África do Sul. Usando um alto-falante, ele disse aos seus fãs que não estava morto, mas que desaparecera após ser vítima de feitiçaria.

Só que a polícia diz que o homem é um farsante. Segundo as autoridades, suas digitais não correspondem à de Khumalo, e as cicatrizes de ambos são diferentes.

Assista ao vídeo:

    Leia tudo sobre: áfrica do sulzumbis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG