Polícia da Itália confisca milhões de euros em bens da Máfia

Operação confisca 44 imóveis, 60 terrenos e 164 veículos de grupo mafioso conhecido como Ndrangheta

BBC Brasil |

selo

A polícia da Itália apreendeu centenas de milhões de euros em bens da Máfia na região da Calábria. Entre os bens confiscados estão 44 imóveis, 60 terrenos, 164 veículos, todos do grupo mafioso conhecido como Ndrangheta.

Eles também eram donos de dois times de futebol da quarta divisão que usavam para ganhar apoio na região sul da Calábria. Este grupo é considerado um dos mais poderosos da Itália, pois é um dos que controla o tráfico de cocaína na Europa.

A operação, chamada pela polícia de Operação Limpeza, apreendeu bens de valor estimado em 190 milhões de euros (mais de R$ 430 milhões). Giuseppe Pignatone, procurador-geral da região da Calábria, disse ser "significativo quando as autoridades conseguem fechar 50 companhias particulares que movimentam quase 200 milhões de euros em mercadorias".

O procurador afirmou também que esta operação tira do grupo o poder de controlar a região, não apenas pela violência, mas também pelo fato de eles darem empregos com seus negócios e também pelos seus contatos com outros grupos.

A organização Ndrangheta é muito discreta e chegar perto de seus membros, descobrir sobre seus negócios, era quase impossível. Mas o depoimento à polícia de Giuseppina Pesce, filha do chefe do clã, Salvatore Pesce, viabilizou a operação.

    Leia tudo sobre: máfiaitália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG