Polícia cerca casa de australiana que estaria amarrada a bomba

Segundo jornal local, homem teria invadido residência e colocado explosivos no pescoço de uma jovem de 18 anos

BBC Brasil |

selo

Equipes do esquadrão antibomba de Sydney cercaram uma casa em um bairro de luxo da cidade onde uma jovem estaria com uma bomba presa ao corpo.

A polícia de Sydney informou que foi chamada por uma jovem de 18 anos a uma casa no bairro de Mosman, um dos mais ricos da cidade. Os policiais entraram na casa para "examinar o dispositivo de dar apoio à jovem".

Reuters
Policiais são vistos próximo à casa em Sydney onde mulher estaria com bomba

O delegado-assistente da polícia de Sydney, Mark Murdoch, afirmou que não pode confirmar se há uma bomba presa ao corpo da mulher. "Estamos tratando o pacote suspeito como perigoso até que tenhamos mais informações."

Segundo o jornal australiano Sydney Morning Herald, a jovem afirmou que um homem usando uma máscara entrou em sua casa e amarrou a bomba ao seu corpo na tarde desta quarta-feira.

Equipes de emergência retiraram os moradores de casas próximas e várias ruas foram isoladas. Ambulâncias e equipes dos bombeiros foram para o local.

Roger White, um jornalista da rádio 2UE, de Sydney, disse ter informações de que havia um pedido de resgate envolvido no caso: "Entendemos que o dispositivo foi colocado em volta do pescoço (da jovem), com um bilhete pedindo resgate preso à ele, por alguém que invadiu a casa e foi embora", disse o jornalista.

    Leia tudo sobre: austráliabombapolíciasydney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG