Perfuração de túnel é retomada e já atinge 30 metros no Chile

Na quarta, mineiros receberam primeiro prato quente desde que ficaram presos em jazida de San José, em 5 de agosto

BBC Brasil |

selo

nullAs equipes que estão trabalhando na perfuração do túnel para resgatar os 33 mineiros soterrados em uma mina no Chile retomaram os trabalhos na noite de quarta-feira.

A máquina Strata 950, que está sendo usada na escavação, deparou-se com algumas falhas geológicas nos primeiros 20 metros perfurados."Essas são falhas menores e não supõem um problema porque podem ser tratadas adequadamente", disse o especialista André Sougarret ao site chileno La Tercera.

Segundo o site, a perfuração foi retomada às 21h30 de quarta-feira (22h30 no horário de Brasília) e o túnel já tem agora 30 metros de profundidade. Os mineiros encontram-se a 700 metros de profundidade.

Especialistas dizem que a máquina tem capacidade para perfurar até 30 metros por dia. No entanto, toda a operação de resgate, que começou na segunda-feira, deve demorar de três a quatro meses .

Prazo

Na quarta-feira, o presidente do Chile, Sebastian Piñera, disse que os 33 mineiros deverão ser resgatados até o Natal . Especialistas acreditam que os mineiros podem ser resgatados antes desse prazo.

Os especialistas alertam que a falha geológica encontrada na perfuração já era esperada, e outras do mesmo tipo devem aparecer ao longo dos primeiros 100 metros de perfuração. Por isso, todo o trabalho de escavação será lento.

Na quarta-feira, os mineiros comeram o primeiro prato quente em 26 dias. Eles receberam almôndegas e arroz pelo estreito túnel usado para comunicação com a superfície. Imagens divulgadas na terça-feira mostraram que os mineiros estavam mais animados e em melhor forma, todos usando novas camisetas vermelhas que receberam do exterior.

O ministro da Saúde do Chile, Jaime Mañalich, afirmou que, com o apoio de uma equipe de especialistas da agência espacial americana Nasa , os 33 mineiros soterrados há quase um mês terão uma simulação de dia e noite com luzes artificiais.

"Eles (da Nasa) vão enviar (aos mineiros) equipamentos, mecanismos de energia, lâmpadas de LED, eles calcularam exatamente qual é a intensidade da luz em cada parte da mina", disse o ministro.

O ministro disse que "o mais importante que estamos fazendo neste momento, do ponto de vista psicológico, é simular condições de dia, noite, separar o espaço onde moram em áreas (...) e isto já foi conseguido". Como será feito o resgate dos mineiros

    Leia tudo sobre: chileminanasamineirosresgatesan josé

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG