Para pilotos, McLaren precisa melhorar em treinos para GP da Austrália

Os dois pilotos da McLaren disseram nesta quinta-feira que a equipe deve melhorar seu desempenho nos treinos qualificatórios para o Grande Prêmio da Austrália deste final de semana. Na primeira corrida do ano, em 14 de março no Bahrein, Lewis Hamilton largou na quarta posição, mas 1.

BBC Brasil |

1 segundo atrás da pole position de Sebastian Vettel, da Red Bull, uma diferença considerada grande.

"O mais importante para nós é conseguir tirar o melhor do carro em uma única volta. Nosso ritmo na corrida não é ruim e o carro se comportou muito bem na prova mas nossa posição nos treinos qualificatórios teve uma importância ainda maior do que no passado", disse Hamilton.

"Nosso ritmo nos treinos parece estar um pouco para trás, com certeza atrás da Red Bull. Não sei como eles conseguiram aquele tempo. Se você analisa a volta de Vettel, ele foi muito mais rápido no setor central (do circuito)".

"Ao avançarmos na temporada, ficará mais claro em quais áreas estamos perdendo tempo, mas na corrida, quando o carro é mais pesado, a coisa é mais equilibrada. A forma como você usa os pneus também é importante, mas é difícil dizer porque a diferença não foi menor", finalizou.

Button
O atual campeão Jenson Button, que passou a correr pela Mclaren este ano, teve dificuldades para classificar-se entre os dez primeiros na largado do GP de Bahrein.

Button disse que "acho que não nos concentramos o suficiente (nos treinos) na corrida passada".

Os dois pilotos da escuderia vêm treinando em um simulador do circuito Melbourne para tentar tornar-se mais competitivos nos treinos oficiais do sábado.

"Se você comparar Lewis com Sebastian (Vettel), a diferença foi de 1.1 segundo e isso nos chocou. Acredito que seremos bem mais competitivos aqui e, no simulador, nosso desempenho parece razoável", disse ele.

A McLaren foi obrigada a modificar seus carros após a primeira corrida após a Federação Internacional de Automobilismo julgar que a equipe obtia uma vantagem aerodinâmica injusta.

O principal engenheiro da equipe, Phill Prew disse que as modificações "não vão tornar o carro mais rápido mas não acreditamos que teremos nenhuma perda real de desempenho".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG