Nuvem vulcânica causa novos problemas na Europa

Voos entre os Estados Unidos e a Europa também sofrem atrasos devido a outra nuvem sobre o Oceano Atlântico

BBC Brasil |

A nuvem de cinzas lançada pelo vulcão Eyjafjallajokul na Islândia está seguindo em direção ao sudeste da França e norte da Itália neste domingo, causando mais transtornos nos transportes aére

No sábado, a Espanha fechou 19 aeroportos do norte do país por causa da nuvem de cinzas lançada pelo mesmo vulcão que causou caos no sistema aéreo europeu no mês passado.

Na Itália, aeroportos em Milão, Pisa e Florença deverão ficar fechados até o início da tarde deste domingo, assim como seis aeroportos na Escócia. Autoridades francesas disseram que a nuvem causou o cancelamento de 20 voos no aeroporto de Nice.

Na Espanha, a situação começa a voltar ao normal, com a abertura de pelo menos três dos 19 aeroportos - Santiago de Compostela, Vigo e La Coruna - prevista para o início da tarde. Mas a cidade de Barcelona, que sedia a primeira prova europeia de F1 da temporada neste domingo, está sendo particularmente afetada.

Portugal também está sendo afetado, com todos os voos para a cidade do Porto suspensos até o meio-dia.

AP
Passageiros observam painel com cancelamentos de voos no aeroporto do Porto, em Portugal

Transatlânticos

Outra nuvem ainda está sobre o Oceano Atlântico, atrasando voos entre os Estados Unidos e a Europa já que o trajeto dos aviões precisa ser alterado. Em média, 600 aeronaves cruzam o Oceano Atlântico todos os dias, segundo correspondentes.

Imagens recentes mostraram que a atividade do vulcão de Eyjafjallajokull está se intensificando. Especialistas em meteorologia britânicos disseram que o vulcão está expelindo cinzas a até 9,1 mil metros de altura.

No começo da semana, o espaço aéreo República da Irlanda, Irlanda do Norte e partes da Escócia foi afetado pelo problema.

No mês passado, nuvens de cinzas vulcânicas vindas da Islândia provocaram o fechamento de aeroportos europeus por seis dias. Milhões de passageiros não puderam viajar e estima-se que a indústria da aviação possa ter sofrido prejuízos de quase US$ 6 bilhões.

    Leia tudo sobre: vulcãoIslândiaEuropacaos aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG