Número de mortos por enchentes no Paquistão passa de 1,1 mil

ONU estima que cerca de 1 milhão de pessoas foram afetadas pelas chuvas no país

BBC Brasil |

selo

Reuters
Helicópteros fazem resgates de vítimas das inundações no Paquistão
O número de pessoas mortas em decorrência das enchentes que atingem o noroeste do Paquistão já passa de 1,1 mil, de acordo com informações de autoridades paquistanesas. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que cerca de 1 milhão de pessoas foram afetadas pelas chuvas no noroeste do país.

Segundo a rede de televisão paquistanesa Geo TV, no entanto, o número de mortos pode ser ainda maior, podendo passar de 1,3 mil.

Grande parte do noroeste do país está praticamente submersa após as inundações causadas pelas chamadas chuvas de monções, que levaram diversos rios no país e no vizinho Afeganistão a transbordar.

Como muitas partes do país ainda estão sem acesso, o governo teme que as estatísticas piorem à medida que forem surgindo novas informações.

Cerca de 30 mil soldados ajudam nos trabalhos de auxílio às vítimas das piores enchentes no país em décadas.

Meteorologistas afirmam que novas chuvas podem ser registradas em algumas áreas nas próximas 24 horas.

A mais importante estrada que liga o norte e o sul do país foi parcialmente reaberta neste domingo, o que permitiu que mais ajuda chegasse às áreas afetadas e que algumas pessoas deixassem a região.

Algumas informações, no entanto, dão conta de que a estrada teria sido novamente interditada.

Ajuda

Também neste domingo, o governo dos Estados Unidos prometeu conceder US$ 10 milhões em ajuda ao país.

Além disso, helicópteros, embarcações, estações de tratamento de água, pontes pré-fabricadas e alimentos estão sendo enviados ao país.

“Nós trabalharemos junto ao governo do Paquistão para garantir que a ajuda alcance as pessoas que mais precisam. Eu vi em primeira mão a força e a resiliência do povo paquistanês e sei que eles suportarão essa tragédia com determinação e compaixão”, diz um comunicado assinado pela secretária de Estado americana Hillary Clinton.

O governo paquistanês informou que pelo menos 19 mil pessoas que estavam em algumas das áreas mais atingidas foram resgatadas no sábado, mas milhares ainda continuam presas nessas regiões.

Assista ao vídeo:

    Leia tudo sobre: Paquistãoinundaçõeschuva de monções

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG